Zezé tem razão: “Nunca houve ditadura no Brasil”. O que houve foi repressão contra vagabundos

Após o cantor sertanejo Zezé Di Camargo declarar que ‘não houve ditadura no Brasil’, a grande mídia brasileira começou a publicar matérias em tom de escárnio contra o cantor

Zezé não está errado! Não houve ditadura mesmo!

Essa foi uma das poucas vezes em que o cantor foi feliz em suas declarações!

O que ocorreu foi uma intervenção militar contra grupos baderneiros que queriam se apossar de propriedades públicas e privadas […] enfim, algo que já nos acostumamos a assistir durante os últimos anos.

Com todo o respeito aos professores do Brasil, mas se você aprendeu (na escola) que houve ‘ditadura no Brasil’, provavelmente você foi doutrinado por aquele professor que não gosta de trabalhar, deixa a barba crescer (nada contra homens barbudos) e gosta de ‘puxar um fuminho’.

Quem foi perseguido na época, são os que hoje estão sendo investigados, processados e presos por corrupção.

Houve confronto entre policiais e bandidos, sendo que alguns escaparam e outros até se tornaram presidentes.

Como bem disse o internauta Alex Santos:

“Porque é que nossos pais e avós (que acordavam às 4h da madrugada para trabalhar e carregar esse país nas costas) têm uma visão positiva do período militar e nossos professores esquerdistas, artistas e jornalistas que amam Cuba (e passam férias em Paris ou NY) têm uma visão negativa desse período?

Assista com atenção a entrevista com o mestre em Sociologia e doutor em História Social, Marco Antonio Villa:



 

publicidade


error: Conteúdo protegido !!