• busca por palavra (s)
  • Porta-aviões USS Carl Vinson não está na Coreia do Norte. Ele está a 5 mil km de distância


    Desde o dia 8 de Abril, a mídia mundial tem anunciado um provável conflito nuclear de proporções desvastadoras

    O mundo inteiro passou a se concentrar na península norte-coreana, onde o ditador Kin Jon-un parece brincar de ‘jogos de guerra’.

    Foi anunciado que o famoso porta-aviões USS Carl Vinson já estava posicionado no mar da China, aguardando ordens do presidente Donald Trump para um suposto ataque.

    Na manhã do dia 15 de Abril, a Marinha Americana deu uma mancada daquelas!

    Divulgou imagens do mega porta-aviões se deslocando para o lado oposto da Coreia do Norte.

    O jornal Washington Post fez uma análise interessante e disse que não se trata apenas de uma simples “Fake News”.

    Foi uma “Fake News” produzida pelo próprio governo norte-americano.

    A armada que estaria sendo enviada para a Coreia foi anunciada pelo Departamento de Defesa dos EUA e também pelo próprio Presidente Donald Trump.

    8 de Abril

    O almirante Harry Harris, líder do comando dos EUA no Pacífico, anunciou que o porta-aviões USS Carl Vinson recebera ordens para se deslocar e disse que a decisão estava relacionada com “o programa de testes de mísseis imprudente, irresponsável e desestabilizador” da Coreia do Norte.

    11 de Abril

    O secretário da Defesa, Jim Mattis, informou à imprensa que o Carl Vinson “estava a caminho” da península coreana.

    12 de Abril

    Donald Trump disse à Fox Business Network: “Estamos enviando uma armada muito poderosa”.



    15 de Abril – a mancada

    A Marinha Americana divulgou uma foto do porta-aviões a atravessando o Estreito de Sunda, localizado entre as ilhas indonésias de Sumatra e Java […] ou seja, O USS Carl Vinson estava a mais de 5 mil km de distância e não se encaminhava para a Coreia.

    18 de Abril – manhã

    Foi confirmado, através do americano Defense News, que o USS Carl Vinson, seguia na direção oposta da Coreia do Norte, e seguia rumo a Austrália, para realizar exercícios conjuntos.

    18 de Abril – noite

    O jornal New York Times publicou uma nota (citando  fontes do Departamento de Defesa dos EUA) garantindo que o USS Carl Vinson está retornando para o norte, seguindo para a Península da Coreia, com chegada prevista para a próxima semana.

    A Casa Branca ainda não se manifestou.


    publicidade



    error: Conteúdo protegido !!