Um segundo filho da desembargadora (condenado por assalto) também trocou cadeia por clínica

CASO 1 – JULHO DE 2017

Um dos filhos da desembargadora Tânia Garcia Borges (foto) foi detido com 130 quilos de maconha e centenas de munições de fuzil.

A Justiça de Mato Grosso do Sul tirou Breno Borges (foto) da cadeia e ordenou que ele fosse internado numa clínica psiquiátrica.

Os advogados alegaram que seu cliente sofre da uma doença chamada síndrome de borderline e que por isso não seria responsável por seus atos.


CASO 2 – SETEMBRO DE 2005

Um outro filho da desembargadora também contou com uma “mãozinha extra” para se livrar de cumprir pena na cadeia.

Ele e um comparsa participaram de um roubo à mão armada há 12 anos.

De posse de uma arma, eles roubaram um carro em Campo Grande/MS.

Na audiência, ambos confessaram o crime e a defesa pediu que o filho da desembargadora fosse para uma clínica de recuperação para dependentes químicos […] pedido feito, pedido concedido.

Já o outro rapaz (o comparsa) foi condenado a cumprir a pena na Colônia Penal Agrícola, na Capital.


fonte: Diário do Mato Grosso do Sul (MSDIARIO)

publicidade


error: Conteúdo protegido !!