“Temos um exército com 8 mil pessoas prontas para guerra civil”

José Rainha Júnior, líder da Frente Nacional de Luta Campo e Cidade (FNL) – traduzindo: líder da frente nacional baderneira – disse que a prisão de Lula pode levar o país a uma guerra civil.

“A guerra pode começar com um tiro, mas não se sabe com quantos pode acabar”, afirmou Rainha, se referindo-se a uma militante do MST que foi baleada hoje (06) durante o bloqueio de uma rodovia em Alhandra, na Paraíba.

Após ser preso por desvio de recursos da reforma agrária, o líder da FNL disse que vai mobilizar oito mil seguidores para defender Lula.

“Eu já havia alertado que a prisão do Lula poderia incendiar o país. Estamos mobilizados nas ruas e praças para defender o direito de nossa liderança que dedicou toda sua vida pela liberdade e justiça social no País. Nosso pessoal está pronto, só esperando a hora certa de entrar em ação.”

Rainha ainda atacou Sérgio Moro:

“Só falta o Moro decretar a pena de morte. Ele está levando o país a um enfrentamento que pode nos conduzir à guerra civil.”

Para encerrar, Rainha ainda se gabou por ser um ‘presidiário de carreira’:

“Sei o que é isso, fui preso 13 vezes e condenado a mais de 30 anos de prisão. Tudo isso me fez mais forte.”


URGENTE: 09/04 – 15H:02

Áudio de WhatsApp fala em guerrilha, fuzis e sequestro de Sérgio Moro


 

publicidade

error: Conteúdo protegido !!