Temer ‘rosna’ para Polícia Federal e leva resposta: “Não protegemos ninguém e não trabalhamos sob ameaça”

Alvo de um inquérito (por suspeita de corrupção e lavagem de dinheiro na edição de um decreto no setor de portos ), Michel Temer ‘rosnou’ hoje na TV e disse que está sendo alvo de “mentiras” e de “vazamentos irresponsáveis”.

O presidente ainda atacou a PF e ameaçou punir os responsáveis pelo vazamento.

“Vou sugerir ao ministro Jungmann (Segurança Pública) que apure como se dão esses vazamentos irresponsáveis” disse Temer.

A PF não gostou e repondeu:

“A Associação Nacional dos Delegados de Polícia Federal (ADPF) manifesta preocupação com a entrevista do Presidente da República, Michel Temer, sobre as apurações de suposta prática de lavagem de dinheiro envolvendo a si e a seus amigos e familiares”.

“É necessário serenidade, sobretudo daquele que ocupa o comando do país, para que suas manifestações não se transformem em potenciais ameaças e venham a exercer pressão indevida sobre a Polícia Federal. A ADPF reitera que a instituição não protege, nem persegue qualquer pessoa ou autoridade pública, apenas cumpre seu dever legal de investigar fatos e condutas tipificadas como crimes”,  afirmou a ADPF na nota.


compartilhe esse post:
RSS
Follow by Email
Facebook
Google+
Twitter
WHATSAPP
publicidade