• busca por palavra (s)
  • Planalto demite Secretário que sugeriu “uma chacina por semana”

    Bruno Júlio, secretário nacional de Juventude do governo Temer, foi demitido ontem

    Após emitir sua opinião sobre o massacre de presos no Amazonas e em Roraima, o Planalto decidiu afastar o secretário alegando que ele foi infeliz em suas declarações.

    A informação ‘oficial’ (isso mesmo, entre aspas) é de que Bruno pediu demissão […] provavelmente o fez por livre e espontânea pressão.

    Bruno comentou que era “filho de policial” e entendia “o sofrimento diário de todas as famílias:

    “Sou filho de polícia, né? Tinha era que matar mais. Tinha que fazer uma chacina por semana. Os santinhos que estavam lá dentro, que estupraram e mataram: Coitadinhos, oh, meu Deus, não fizeram nada! Para, gente! Esse politicamente correto que está virando o Brasil está ficando muito chato.”

    Será que ele merecia mesmo perder o cargo? Há controvérsias.

    (*** ironia ***) Parabéns Governo Federal.

    A demissão do Secretário vai melhorar a situação carcerária do país. A culpa das rebeliões é toda dele.

     

     

     

    publicidade


    error: Conteúdo protegido !!