Servidor da Receita que acessou dados sigilosos de Bolsonaro é irmão de deputada

Amanda Nunes Brückner | 06/04/2019 | 1:04 PM | BRASIL
Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.

A PF cumpriu mandados de busca e apreensão na sede da Receita em Campinas (SP) e Cachoeiro do Itapemirim (ES).

O jornal Correio Braziliense informou que um dos investigados é o servidor Odilon Ayub Alves, que acessou os dados fiscais de Jair Bolsonaro, em 2018.

Uma sindicância interna apontou que a consulta aos dados ocorreu sem que existisse qualquer justificativa legal.

O servidor da Receita é irmão da deputada federal Norma Ayub (DEM-ES).

Em entrevista ao Globo, a deputada declarou que seu irmão acessou os dados fiscais de Jair Bolsonaro por inocência:

“A família toda é Bolsonaro. Ele [Odilon] andava com carro plotado de Bolsonaro. Isso [consultar os dados] aconteceu em outubro, Bolsonaro estava em recuperação do atentado que sofreu. Jamais ele poderia pensar que isso poderia dar um ‘auê’. Ele foi ingênuo, ele é Bolsonaro”

Para o jornal Correio Brasiliense, a deputada explicou o seguinte:

“Ele errou de ter acessado o sistema, mas não teve maldade. Ele entrou como um fã, como eleitor. Ele só vai prestar um depoimento. Não teve prisão”


 

Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.