Servidor da Receita que acessou dados sigilosos de Bolsonaro é irmão de deputada

Amanda Nunes Brückner | 06/04/2019 | 1:04 PM | BRASIL
Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.

A PF cumpriu mandados de busca e apreensão na sede da Receita em Campinas (SP) e Cachoeiro do Itapemirim (ES).

O jornal Correio Braziliense informou que um dos investigados é o servidor Odilon Ayub Alves, que acessou os dados fiscais de Jair Bolsonaro, em 2018.

Uma sindicância interna apontou que a consulta aos dados ocorreu sem que existisse qualquer justificativa legal.

O servidor da Receita é irmão da deputada federal Norma Ayub (DEM-ES).

Em entrevista ao Globo, a deputada declarou que seu irmão acessou os dados fiscais de Jair Bolsonaro por inocência:

“A família toda é Bolsonaro. Ele [Odilon] andava com carro plotado de Bolsonaro. Isso [consultar os dados] aconteceu em outubro, Bolsonaro estava em recuperação do atentado que sofreu. Jamais ele poderia pensar que isso poderia dar um ‘auê’. Ele foi ingênuo, ele é Bolsonaro”

Para o jornal Correio Brasiliense, a deputada explicou o seguinte:

“Ele errou de ter acessado o sistema, mas não teve maldade. Ele entrou como um fã, como eleitor. Ele só vai prestar um depoimento. Não teve prisão”


 

compartilhe esse post:
Follow by Email
Facebook
Google+
Twitter
Instagram
Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.