“Se partirem pra cima da gente, vão apanhar até aprenderem o que é democracia”

Anotem aí: Se o STF não colocar esse cidadão atrás das grades, ele vai provocar uma guerra civil no país

(Amanda Nunes)

Depois de ser praticamente expulso da região Sul e desviar seu itinerário por causa de protestos, Lula reclamou da falta de segurança e disse que os petistas devem retribuir em caso de agressão.

“Tem gente se organizando como paramilitar […] estão até se preparando pra invadir nossos comícios. Quero que saibam que nós somos da paz, mas não nos provoquem […] se derem um tapa na nossa cara, a gente vai retribuir até eles aprenderem”, disse o petista ondem em Florianópolis, SC.

Impedido de entrar em Passo Fundo (RS), na última sexta, Lula e a caravana comunista foram obrigados a se dirigir para Chapecó (SC), onde parte da trupe embarcou para Porto Alegre num voo fretado.

O ex-presidente disse que não desistiu de visitar a cidade de Passo Fundo e declarou que vai voltar.

Ahhh … durante o discurso de ontem, o petista quase chorou ao dizer que é inocente:

” … não respeito aquela decisão […] eu não conseguirei olhar na cara da minha bisneta”, disse Lula, com a voz trêmula.

A segurança de Lula foi feita por homens contratados, voluntários e dois seguranças que ficam 24 horas com o político.

Segundo o Estadão, um desses homens era Alex Moraes, que declarou:

“Cumpri pena por tráfico até três anos atrás e saí graças a um indulto natalino do Lula”, disse Moraes, que vive no Morro do 25, em Florianópolis.

Os dois homens ‘fixos’ que fazem a segurança de Lula são pagos com dinheiro público e não desgrudam do ex-presidente por nada.


 

compartilhe esse post:
RSS
Follow by Email
Facebook
Google+
Twitter
WHATSAPP
publicidade


  • error: Conteúdo protegido !!