“Se meu filho errou, terá que pagar. Não compactuaremos com isso”

23/01/2019

Em entrevista à TV Bloomberg, na Suíca, Bolsonaro disse que acusações contra o filho são “ações inaceitáveis”, fruto de perseguição política.

Questionado sobre as transações financeiras envolvendo o senador eleito Flávio Bolsonaro, ele declarou que a alta repercussão do fato ocorreu porque Flávio é filho do presidente.

“As transações imobiliárias e depósitos feitos na conta dele já foram comprovadas”, declarou.

E continuou:

“Se por acaso ele errou e for comprovado, eu lamento como pai, mas terá que pagar aí o preço de uma ação que nós não podemos compactuar”


 

compartilhe esse post:
Follow by Email
Facebook
Google+
Twitter
Instagram