"Me chamem de corintiano, mas não me chamem de ladrão" | Diário do Brasil

“Me chamem de corintiano, mas não me chamem de ladrão”

O ex-presidente condenado continua desafiando a Justiça e ofendendo aqueles que estudaram uma vida inteira para construir uma carreira honesta

Durante um discurso feito em SP, Lula fez questão de ofender os desembargadores do TRF-4 (que o condenaram a 12 anos de prisão) e também os brasileiros que não compartilham de sua idologia comunista.

Cuspindo no microfone, o petista declarou que não irá aceitar ‘que um canalha qualquer o chame de ladrão.’

No vídeo abaixo, o condenado petista declara:

“Eles construíram um cartel para dar uma sentença “uname” (isso mesmo que você leu: uname ) para evitar o tal do embargo infringente. Posso até aceitar que me chamem de corintiano, mas não aceito que um canalha qualquer me chame de ladrão



 

compartilhe esse post:
Follow by Email
Facebook
Google+
Twitter
Instagram