R$ 21 milhões da Lei Rouanet e empréstimo do BNDES para comprar jatinho

Amanda Nunes Brückner | 10/05/2019 | 8:13 AM | MÍDIA
Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.

Nossos empresários “neoliberais” adoram um “projeto social” para fazer marketing pessoal, mas detestam colocar a mão no bolso … a não ser que seja o bolso do governo.

Em 2018, o Instituto Criar, pertencente ao apresentador global Luciano Huck, obteve (através Lei Rouanet) R$ 21 milhões de doações convertidas em abatimento no imposto a pagar de grandes empresas – como o Itaú, a Microsoft, Casas Bahia, Ponto Frio, Volkswagen e outras.

Não se trata de uma acusação de ilegalidade, pois não há como verificar o real destino do dinheiro, mas … seria justo que, sendo Luciano um homem que está formando grupos políticos para as próximas eleições, revelasse publicamente como é que seu “projeto social” (feito com dinheiro público) está “ajudando os mais necessitados”

Aliás, Huck também poderia esclarecer de vez como foi que conseguiu um empréstimo de R$ 17,7 milhões (via BNDES com juros anuais de 3%) para comprar um jatinho particular da Embraer avaliado em R$ 17 milhões.

Voltamos a ressaltar que o apresentador não fez nada de ilegal … mas nós brasileiros também queremos comprar nossos carros com juros de 3% ao ano … e não 3% ao mês.

A imagem abaixo foi retirada do site do governo federal

(fonte MEC) – PORTAL DE VISUALIZAÇÃO DO SISTEMA DE APOIO ÀS LEIS DE INCENTIVO À CULTURA)



 

Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.