Trump vai liberar documentos sobre a morte de John Kennedy. Putin sugere que os EUA planejaram o assassinato


Em entrevista à rede NBC, o presidente russo Vladmir Putin disse que a CIA foi responsável pela morte de John F. Kennedy, presidente assassinado em 1963

“Há uma teoria, que não podemos descartar, de que o assassinato de Kennedy foi organizado pelos serviços de Inteligência dos Estados Unidos […] se eles fizeram isso, também podem usar todos os meios que possuem para organizar alguns ataques ao redor do mundo e depois apontar o dedo para a Rússia”, disse Putin na última sexta.

Lee Harvey Oswald, um suposto espião russo (porém de origem americana), foi acusado de planejar (sozinho) e matar o presidente Kennedy.

Ele foi preso em 22 de novembro de 1963 e negou qualquer responsabilidade pelos crimes.

Dois dias depois, enquanto era transferido de uma cadeia municipal para uma cadeia estadual, Oswald foi baleado e morto por Jack Ruby.

A teoria a que Putin se referiu indica que a morte de Lee Harvey Oswald foi uma queima de arquivo […] se ele continuasse vivo, o mundo acabaria descobrindo a verdadeira identidade do assassino do presidente.

O presidente Donald Trump disse ontem (20) que autorizará a abertura dos arquivos confidenciais relacionados ao assassinato de John F. Kennedy.

Diversos documentos relacionados ao assassinato do ex-presidente serão divulgados pelos arquivos nacionais na próxima semana, em conformidade com a Lei de Recolha de Documentos, de 1992, que afirma que o governo federal deve liberá-los até 26 de outubro de 2017.


leia também:

Diário do ex-presidente John Kennedy confirma que morte de HITLER foi uma ‘farsa armada’


 

publicidade


error: Conteúdo protegido !!