PM dá um chega pra lá em Dória: “Prender cidadãos é ato inconstitucional e arbitrário”

Amanda Nunes Brückner | 14/04/2020 | 5:55 AM | BRASIL
Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.

A Associação dos Policiais Militares do estado, entidade que representa os oficiais da PM paulista, se declarou contrária à prisão “de brasileiros que não acatarem a recomendação de governos estaduais ao isolamento social” diante da pandemia do vírus chinês.

Elias Miler da Silva, coronel da reserva e presidente da associação, explicou que a prisão de quem se recusa a respeitar a quarentena é uma medida “arbitrária” que “violenta a Constituição e as leis”.

A entidade ainda deu uma lição no governador e esclareceu que o isolamento é uma ‘recomendação, não uma ordem’.

E complementa citando o texto constitucional:

“Segundo o artigo 139 da Constituição, somente com a decretação do Estado de Sítio, pelo Presidente da República, após autorização do Congresso Nacional, é que a pessoa poderá ser impedida de circular”.

E agora Adolf Dória? Vai prender os cidadãos como?

Vai pedir reforço para o governo chinês?


 

compartilhe esse post:
Follow by Email
Facebook
Google+
Twitter
Instagram
Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.