PF vai investigar grupo de WhatsApp que oferecia R$ 300 para quem acertasse um tomate em Gilmar Mendes

A pedido do próprio magistrado, a Polícia Federal abrirá inquérito para apurar o responsável pelo grupo de WhatsApp

Batizado de “TOMATAÇO”, o grupo prometia uma premiação de R$ 300,00 para quem conseguisse acertar um tomate na cabeça do ministro.

Fernando Segóvia, diretor da PF, recebeu um documento da defesa de Mendes:

“Claramente, a intenção do Representado [o responsável pelo Tomataço] não era a de realizar um protesto pacífico dentro dos limites do direito à liberdade de expressão – e sim ameaçar o Representante [Gilmar Mendes] e ocasionar lesão corporal e patrimonial”, diz o documento.

O ministro Gilmar Mendes quer que o responsável pela divulgação seja punido pela lei penal.

Nem vamos comentar isso …. @#$%


compartilhe esse post:
RSS
Follow by Email
Facebook
Google+
Twitter
WHATSAPP
publicidade


  • error: Conteúdo protegido !!