Perdeu mais uma: ONU nega pedido de interferência no caso Lula

Defesa do ex-presidente alegou violações aos direitos ‘humanos’ do ex-presidente

A decisão não focou no ‘mérito do caso’ e ainda terá uma análise definitiva da questão.

Cristiano Zanin, advogado do preso, entrou o pedido nas Nações Unidas em 2016.

Em 2017, António Guterres, secretário Geral do órgão, já havia adiantado que:

“O Brasil tem instituições fortes. Tudo acontece com um forte respaldo da constituição. Nenhuma ação externa poderá interferir nas decisões soberanas da justiça brasileira”

Lula está perdendo tempo, dinheiro e moral!


compartilhe esse post:
RSS
Follow by Email
Facebook
Google+
Twitter
WHATSAPP
publicidade