Pandemia esquerdista: Jurista quer que Bolsonaro seja avaliado mentalmente

*** conteúdo exclusivo do Diário do Brasil | se for reproduzir, copiar e/ou colar, favor citar a fonte ***

Patrícia Moraes Carvalho | 16/03/2020 | 3:45 PM | DESTAQUES DB
Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.

Golpe baixo …

O jurista Miguel Reale Júnior, um dos autores do pedido de impeachment contra Dilma Rousseff, argumentou que o MPF deveria pedir que o presidente Jair Bolsonaro se submeta a uma junta médica para saber se ele possui sanidade mental para exercer o cargo.

Em entrevista para o Estado, Reale Jr. disse que Bolsonaro deve ser considerado “inimputável” por ter participado de uma manifestação no domingo, em Brasília em plena pandemia de coronavírus.

Analisando a estupidez do jurista …

Dilma jamais foi submetida a um exame de sanidade mental, mesmo provando nitidamente que não conseguia [sequer] se expressar na língua portuguesa … ou qquer outra língua.

Lula jamais foi submetido a um exame de sanidade mental … nenhum deputado federal e/ou senador jamais foi submetido a um exame de sanidade mental.

Miguel Reale Jr. está colocando lenha na fogueira à toa.

Jair Bolsonaro não participou de manifestações … ele simplesmente recebeu manifestantes no Palácio do Alvorada e não colocou ninguém em risco além dele próprio, que já havia testado negativo para coronavírus.

O jurista Reale, com todo o respeito que temos por ele, é que deveria se submeter a um teste de transtorno esquerdista delirante.


 

compartilhe esse post:
Follow by Email
Facebook
Google+
Twitter
Instagram
Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.