Paciente com câncer descobre que seu ‘tumor’ era um cone de Playmobil aspirado em 1977


Um paciente inglês de 47 anos procurou um hospital na cidade de Preston reclamando que sofria de fortes dores nas costas e dificuldades para respirar.

Após uma bateria de exames, o fumante inveterado foi diagnosticado pela equipe médica como “portador de câncer nos pulmões”

O exame de raio-X detectou uma massa com cerca de 1 cm de diâmetro no corpo do paciente.

Não satisfeito com o exame e temendo por sua vida, o paciente relutou em aceitar o diagnóstico e comprou uma briga daquelas dentro do hospital.

Uma outra equipe de médicos foi chamada e o fumante passou por uma nova bateria de exames […] dessa vez, ele fez uma broncoscopia.

E não é que o paciente estava certo? Não era câncer!

O novo exame ajudou a desvendar a massa que estava alojada nas vias aéreas e o ‘tumor’ era um brinquedo que o paciente havia aspirado há 40 anos, durante sua infância […] mais precisamente, era um “cone de trânsito do brinquedo Playmobil”.

Duplamente feliz (por ter se livrado do suposto câncer e por ter encontrado uma parte perdida de seu brinquedo favorito), o homem desabafou:

“Me lembro desse brinquedo. Ganhei no meu aniversário de 7 anos. Era meu favorito”

De acordo com o site BMJ Case Reports, onde o artigo foi escrito, esse foi o primeiro caso em que as “vias aéreas se remodelaram totalmente para adaptar à presença de um corpo estranho”.



 

publicidade


error: Conteúdo protegido !!