ONU não irá interferir no caso Lula: “O Brasil tem instituições de Estado muito fortes”

A ONU não examinará ‘absolutamente’ nada sobre o caso de Lula

Advogados do petista anunciaram para a imprensa que o pedido de abertura de um processo foi registrado pela ONU.

O órgão relatou que somente admitiu o processo […] foi uma mera “formalidade” e não uma ‘admissibilidade’.

O processo em que Lula denuncia ações consideradas como “abuso de poder” por parte de Sérgio Moro e dos procuradores da Lava Jato só será examinado no final de 2018 ou início de 2019 […] e o julgamento completo do caso poderá durar até cinco anos.

Na manhã de hoje, a ONU foi enfática e explicou:

“A decisão envolve apenas um “registro” do caso.”


“O Brasil tem instituições fortes. Tudo acontece com um forte respaldo da constituição”

Após o pedido de socorro vergonhoso feito à ONU, Lula recebeu resposta à altura.

A ONU informou que o secretário geral António Guterres está acompanhando atentamente a situação política no Brasil e irá analisar o caso do ex-presidente Lula.

“O Brasil, mesmo em crise, é uma das maiores potências do planeta” disse o porta-voz das Nações Unidas.

Guterres se mostrou confiante com o futuro do Brasil e e afirmou que tudo que está acontecendo tem um forte respaldo da constituição brasileira.

A Organização das Nações Unidas fez questão de ressaltar que a lei será seguida no país e que o Brasil tem instituições de Estado muito fortes.

“Nenhuma ação externa poderá interferir nas decisões soberanas da justiça brasileira” finalizou António Guterres.


compartilhe esse post:
RSS
Follow by Email
Facebook
Google+
Twitter
whatsapp
publicidade


  • error: Conteúdo protegido !!