O que foi que Lula transportou para a Itália em 2006? Porque ele burlou a fiscalização? | Diário do Brasil

O que foi que Lula transportou para a Itália em 2006? Porque ele burlou a fiscalização?

Lula embarcou para Roma portando doze malas

A viagem aconteceu no dia 3 de junho de 2006 com um jato particular.

De acordo com a revista Veja, apenas cinco (das doze) malas passaram pelo raio-x e o petista aparentava um nervosismo constante.

A Receita Federal não conseguiu vistoriar o jatinho particular porque um delegado da PF que estava de plantão impediu a vistoria.

Um agente da PF denunciou o delegado ao Ministério Público Federal. No relato, ele disse:

“O delegado aparentava retardar a ação da Receita e conseguiu impedir que a bagagem passasse por uma vistoria”

E mais …

“O ex-presidente estava muito nervoso, entrou na cabine de comando e se manteve lá”  relatou.

O que será que tinha nas malas?

Acervo da Presidência? Dinheiro vivo? Cartões do bolsa-família?  Documentos? Diamantes? ‘Coisas’ ilícitas? Cachaça? Pamonha? Charutos cubanos? Doce de leite para o Papa?

Ninguém nunca soube o que havia nessa bagagem, apenas o tal delegado que atrasou a operação e o próprio presidente.


 

compartilhe esse post:
Follow by Email
Facebook
Google+
Twitter
Instagram