Croácia pode ter vendido a Copa do Mundo para a FIFA

Talvez isso explique a razão do jogador Luka Modrić ter declarado a seguinte frase:

“Se as pessoas soubessem o que aconteceu na Copa do Mundo, ficariam enojadas”.

Todos os Croatas ficaram chocados e tristes por terem sido vice-campeões da Copa do Mundo de futebol, na Rússia.

Não deveriam. O que está exposto abaixo é a notícia em primeira mão que está sendo investigada por rádios e jornais de toda a Croácia e alguns estrangeiros, mais especificamente Wall Street Journal of Americas e o Gazzeta delo Sport e deverá sair na mídia em breve, assim que as provas forem colhidas e confirmarem os fatos.

Fato comprovado:

A Croácia VENDEU a copa do mundo para a Fifa.

Os jogadores titulares da Croácia foram avisados, às 13:00 do dia 11 de Julho (um dia depois jogo contra a Inglaterra), em uma reunião envolvendo o Sr. Davor Suker (na única vez que o presidente da federação croata compareceu a uma preleção da seleção), o Técnico Zlatko Dalíc e o Presidente da FIFA, Gianni Infantino.

Os jogadores reservas permaneceram em isolamento, em seus quartos ou no lobby do hotel. A princípio muito contrariados, os jogadores se recusaram a trocar o campeonato mundial por sediar a Copa do Mundo em 2046.

A aceitação veio através do pagamento total dos prêmios, US$700.000,00 para cada jogador, mais um bônus de US$400.000,00 para todos os jogadores e integrantes da comissão, num total de US$ 23.000.000,00 vinte e três milhões de dólares) através da FIFA.

Além disso, os jogadores que aceitarem o contrato com a empresa FPAR nos próximos 4 anos, terão as mesmas bases de prêmios que os jogadores de elite da empresa, como Cristiano Ronaldo e Neymar.

Mesmo assim, Kaliníc se recusou a jogar, o que obrigou o técnico Zlatko Dalíc a escalar outro jogador , dizendo que Kaliníc estava com problemas na coluna (em primeira notícia divulgada às 13:30 no centro de imprensa) e, logo depois, às 14:15, alterando o prognóstico para problemas estomacais).

A sua situação só foi resolvida após o representante da FPAR ameaçar retirar seu patrocínio vitalício ao jogador, avaliado em mais de US$90.000.000,00 (noventa milhões de dólares) ao longo da sua carreira.

Assim, combinou-se que a Croácia seria derrotada durante o primeiro tempo, porém a apatia que se abateu sobre os jogadores titulares fez com que a França, que absolutamente não participou desta negociação, marcasse, em 2 falhas simples do time croata, os primeiros gols.

O Sr Gianni Infantino , presidente da Fifa, cidadão suiço-italiano , aplaudiu a colaboração da equipe croata, uma vez que o campeonato mundial trouxe equilíbrio à copa do mundo.

Garantiu que a Croácia teria seu caminho facilitado para o campeonato de 2022.

Por gentileza passem esta mensagem para o maior número possível de pessoas, para que todos possam conhecer a sujeira que ronda o futebol.


Desde, já agradeço,
Um abraço.
Gunther Schweitzer, repórter da Espn foi quem vazou essa história diretamente da Rússia


 

compartilhe esse post:
RSS
Follow by Email
Facebook
Google+
Twitter
WHATSAPP
publicidade