O dia em que a petista Letícia Sabatella foi pedir apoio do Papa e levou um ‘chega pra lá’

Letícia Sabatella [fã da Lei Rouanet e ativista fervorosa da campanha #EleNão] foi até o papa Franscico, em Roma para denunciar um suposto golpe de estado no Brasil … o tal impeachment de Dilma

O fato aconteceu em maio de 2016.

A atriz e a juíza Kenarik Boujikian Felippe participaram de um encontro oficial com o pontifíce no dia 09/06/2016 e entregaram a ele uma carta dizendo que o impeachment da presidenta Dilma Rousseff seria ilegal.

A carta foi assinada pelo advogado Marcello Lavenère, membro da Comissão Justiça e Paz da Conferência Nacional de Bispos do Brasil (CNBB).

O texto considerava o impedimento da presidenta um “golpe parlamentar de Estado”, manipulado.

Francisco se expressou no dia seguinte através de sua assessoria:

” Muito me entristece que um país como o Brasil possa estar passando por momentos difíceis. Minha ação será rezar muito pelo povo, que é o maior prejudicado entre as disputas políticas.Tenho acompanhado a situação do Brasil através dos noticiários mundiais e tenho plena confiança nas instituições brasileiras como o Ministério Público, a Polícia Federal e o poder judiciário.


compartilhe esse post:
RSS
Follow by Email
Facebook
Google+
Twitter
WHATSAPP
publicidade