Ameaça: “Não haverá paz enquanto Lula estiver preso”

10/01/2018

Em julho de 2017, a senadora Gleisi Hoffmann deflagrou uma série de ataques verbais ao juiz Sérgio Moro.

Na época, Gleisi chamou Moro de um “covarde” e acusou o magistrado de trabalhar a favor “daqueles que querem acabar com a democracia” (vídeo abaixo)

“Você é um covarde ao dar essa sentença contra o presidente Lula […] nós somos de luta. Sabemos ocupar a mesa do senado, sabemos ocupar terras improdutivas e vamos ocupar esse Brasil”

Pois bem …no último mês, durante um ato no Sindicato dos Metalúrgicos do ABC (São Bernardo do Campo), Gleisi voltou a fazer novas ameaças.

Após Jair Bolsonaro pedir um “voto de confiança” para aqueles que não o apoiaram nas eleições, a senadora reagiu e declarou o seguinte:

“A defesa de Lula é a defesa de uma ideia, é a defesa de um projeto de um povo. E não haverá pacificação do Brasil enquanto Luiz Inácio Lula da Silva estiver preso”


compartilhe esse post:
Follow by Email
Facebook
Google+
Twitter
Instagram