Não era eleitor do Bolsonaro! Atirador de Curitiba agiu em represália ao MST/CUT


O deputado estadual do Paraná, missionário Ricardo Arruda, divulgou um vídeo nas redes sociais dizendo que o ‘tal’ atirador de Curitiba agiu em represália ao MST/CUT.

Para provar, ele mostra um vídeo gravado hoje (28) durante uma reunião do movimento UJS (União da Juventude Socialista), onde um jovem diz o seguinte:

“É o Alan na verdade e mais um outro segurança (provavelmente seguranças da CUT/MST) apedrejaram o carro […] aí o carro ficou todo destruído […] ele ficou bravo e disse que ia matar todo mundo […] daí ele voltou e descarregou dois pentes”

Vale ressaltar que o deputado se mostrou contra a atitude de violência por parte do atirador, porém a atitude dos seguranças do acampamento (caso seja comprovada) também foi um ato criminoso, onde (infelizmente) um militante que não tinha nada a ver com a confusão acabou sendo atingido gravemente por um tiro.

Se você reparar na imagem acima, verá que existe uma barraca do movimento UJS […] portanto, basta que a Polícia Civil vá atrás desses jovens para descobrir toda a verdade.

Ouça o que diz o missionário Ricardo:



compartilhe esse post:
RSS
Follow by Email
Facebook
Google+
Twitter
WHATSAPP
publicidade