Na Suécia, milhares de pessoas já implantaram o ‘chip da besta’

Guilherme Santiago | 10/07/2019 | 2:15 AM | INTERNACIONAL
Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.


Cerca de 3.500 cidadãos suecos já possuem microchips implantados em seus corpos, transformando suas mãos em cartões de crédito, de acesso a lugares e até mesmo como tickets de trem.

Semelhante aos que já são inseridos em animais aqui no Brasil, o chip sueco é injetado no dorso da mão, entre o polegar e o dedo indicador.

Especialistas alegam que a tendência mostra o amor dos suecos pelo chamado biohacking, uma espécie de biopirataria se refere a experimentos em biomedicina.

O governo da Suécia confirmou que tem investido fortemente na criação de uma economia digital e o Banco Central do país colocou em pauta a criação de uma nova moeda digital, que poderá ser chamada de e-coroa.

Em 2017, uma empresa de software nos Estados Unidos injetou microchips para testes em alguns funcionários (com funções semelhantes aos da Suécia) alegando que futuramente a tecnologia poderá ser padronizada, permitindo que as pessoas usem chips como passaportes, bilhetes de transportes públicos, entre outros.

Incomodados, milhares de cristãos ao redor do mundo expressaram preocupação com os tais implantes alegando a ‘evolução tenológica’ como um prelúdio para a marca da besta, que segundo o capítulo 13 de Apocalipse, será uma marca na mão direita ou nas testas das pessoas.



Leia também:

No Brasil, uso de chip em humanos era projeto de Lula

Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.