Na Argentina, Dilma sugere que a PF pode matar Lula

Dilma Rousseff participou, na tarde desta terça-feira (01), da Feira Internacional do Livro de Buenos Aires, na Argentina

A ex-presidenta (assim como a senadora Gleisi Hoffmann) está violando abertamente a Lei de Segurança Nacional:

Divulgar, por qualquer meio de comunicação social, notícia falsa, tendenciosa ou fato verdadeiro truncado ou deturpado, de modo a indispor ou tentar indispor o povo com as autoridades constituídas. (Pena: detenção, de 6 meses a 2 anos)

Essa senhora não pode sair pelo mundo afora inventando mentiras e denegrindo as instituições brasileiras.

Lula foi condenado por 15 juízes (somando todas as instâncias) e está preso num local digno […] com o devido tratamento humanitário que merece, conforme foi verificado pela Comissão do Senado que visitou Curitiba na semana retrasada.

Vamos aos fatos …

“Uma das razões porque eles encarceraram o Lula é porque ele fala muito”

“Solitária é uma forma de punição, então é muito grave o que estão fazendo com o Lula, porque estão isolando o Lula”

“E eu não sei se quem isola, também não comete outros delitos

Quais delitos dona Dilma? Envenenamento? Asfixia? Tortura? Assassinato? Dê nome aos bois.

A única tortura que Lula pode estar sofrendo é ter que assistir a Rede Globo diariamente […] a não ser que algum policial federal esteja mostrando uma Carteira de Trabalho pra ele […] aí a conversa muda de tom!



compartilhe esse post:
RSS
Follow by Email
Facebook
Google+
Twitter
whatsapp
publicidade


  • error: Conteúdo protegido !!