Mônica Moura não forjou provas contra Dilma! Cartório de Curitiba acessou o ’email das tretas’

Depois que o casal de marqueteiros João Santana e Mônica Moura abriu a caixa de pandora da ORCRIM (organização criminosa), o PT traçou uma nova estratégia nas redes sociais.

Na última semana, Mônica Moura afirmou em delação premiada que os ‘rascunhos da conta [email protected]eram usados para trocar mensagens com Dilma.

De acordo com a delatora, os emails não eram enviados para evitar rastreamentos […] o que demonstra uma burrice incalculável tanto por parte da ex-presidenta quanto por parte da marqueteira.

Hoje em dia praticamente 99% do que circula na internet é totalmente rastreável […] não existe essa possibilidade de ‘evitar rastreamentos’ …

Voltando ao assunto …

Sites oficiais e também sites simpatizantes ao PT (aqueles que recebiam dinheiro público durante o governo Dilma) estão espalhando notícias falsas alegando que Mônica Moura teria forjado os rascunhos do tal email.

Para sanar todas as dúvidas sobre a idoneidade do depoimento de Mônica Moura, o 1º Tabelionato Giovannetti, em Curitiba (onde a delatora registrou prints das telas das mensagens) matou a cobra e mostrou o pau.

O escrevente do cartório confirmou que acessou a conta de e-mail, abriu a página de rascunhos e registrou as imagens […] confirmando assim a veracidade do ’email treta’.

A imagem abaixo foi divulgada pela Veja.



clique aqui para ver a Ata Notarial completa

 

publicidade


error: Conteúdo protegido !!