Mônica Iozzi fala sobre assédio em Brasília: “Um candidato à presidência me mandava flores, vinhos e jóias”


A atriz e apresentadora Mônica Iozzi falou, diante de uma plateia lotada, sobre os assédios que sofreu em Brasília

“Ele fez isso porque, em Brasília, o assédio sexual funciona como assédio moral”, denunciou a atriz.

1º caso – ”Fui entrevistar um deputado e ele pegou na minha cintura antes de responder a uma pergunta. Dei um tapa na mão dele e perguntei o que ele estava fazendo. Ele disse que queria me deixar mais à vontade”.

Respondi:

“Quando o Danilo Gentili trabalhava aqui, o senhor tentou deixar ele mais à vontade?”

2º caso “Um senador, candidato à Presidência, me mandava flores. Eu deixava as flores no hotel. Depois vieram garrafas de vinho e até um brinco da Vivara”



 

 

compartilhe esse post:
RSS
Follow by Email
Facebook
Google+
Twitter
whatsapp
publicidade


  • error: Conteúdo protegido !!