Militante que gravou áudio prometendo ‘estourar cabeças de juízes’ é chamado pela PF


Um militante do PCdoB que publicou um áudio (através do WhatsApp) foi enquadrado pela PF

O corretor de imóveis Urias Fonseca Rocha afirmou o seguinte: (a partir do minuto 1:30 do áudio acima)

“Se Lula for condenado, temos que brigar até as últimas consequências. Se precisar guerrear, nós temos que guerrear, nós temos que lutar. Nós temos que ir pra rua, ir pro pau. Nós temos que lutar. Talvez, quem sabe, até guerrilha. Montar guerrilha, começar a estourar cabeça de coxinha, de juiz, né, mandar esses golpistas para o inferno (…) Se nós precisar derrubar o prédio, tem que derrubar. Se precisar lutar, tem que lutar. Se precisar pegar cada um daqueles juízes depois da condenação, tem que pegar”.

A Polícia Federal teve acesso ao áudio e instaurou um inquérito.

O militante foi chamado para depor e confirmou a autoria da gravação, porém disse que é contra “qualquer tipo de violência”.

Suspenso do partido ao qual era filiado, ele não será indiciado porque os investigadores da PF entenderam que se tratava de “crime de menor potencial ofensivo”.


 

publicidade

error: Conteúdo protegido !!