• busca por palavra (s)
  • Áudio detalha desespero do piloto para pousar: “Estamos em falha total, elétrica e de combustível”


    Está circulando nas redes sociais e nos jornais da Colômbia um áudio em que um ‘suposto’ piloto de avião relata o que teria ocorrido com o voo da empresa LAMIA, que transpostava a equipe da Chapecoense.

    Nas gravações, a torre de comando avisa o piloto da LAMIA (ao se aproximar para aterrissagem em Medellín) que um outro voo da empresa VivaColômbia teria declarado ‘mayday’ por vazamento de combustível […] o pedido de socorro dava prioridade de pouso para esse voo.

    A torre então entrou em contato com o avião da Chapecoense e perguntou para Miguel Quiroga (o piloto) se poderia atrasar seu pouso.

    O piloto da LAMIA teria sinalizado positivamente.

    Após executar 2 voltas, o piloto retoma contato com a torre e é informado que ainda é o 3o. da fila.

    Três minutos depois (já sem combustível na aeronave), o piloto da LAMIA faz outro contato com a torre e declara que tem uma pane elétrica.

    “Ele não menciona o fato de estar sem combustível, o que poderia gerar multas astronômicas para sua empresa aérea.” diz a gravação.

    “Sem conseguir chegar até a pista (por falta de combustível), o avião se choca contro o morro” encerra.

    Um especialista da aeronáutica colombiana fez o seguinte comentário:

    “Não é possível que uma aeronave com autonomia de voo de 3.000 km faça um trajeto de quase 3.000 km. Isso é uma espécie de tragédia anunciada” comentou.

    publicidade



    error: Conteúdo protegido !!