Dallagnol na PGR significa a salvação da Lava Jato

Amanda Nunes Brückner | 12/08/2019 | 7:19 PM | BRASIL
Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.


Atualmente presidida por Rachel Dodge, a Procuradoria Geral da República trocará de comando em setembro de 2019.

Até alguns meses atrás, havia indícios de que o Procurador da República, Deltan Dallagnol, teria grandes chances de chefiar a instituição, porém o presidente Bolsonaro tem se rendido aos palpiteiros de plantão, entre eles o ministro Gilmar Mendes, que já apontou seu ‘afilhado preferido’.

 Voltando ao assunto Deltan …

Coordenador da Operação Lava-Jato em Curitiba, Dallagnol e sua equipe acusaram e tornaram réus por corrupção quase 350 pessoas, entra as quais está o ex-presidente Lula.

Cerca de 87 réus foram condenados graças ao esforço da equipe curitibana.

A afinidade do atual Ministro da Justiça, Sérgio Moro, com o procurador paranaense é grande e sua indicação seria a salvação da Lava Jato.

Embora seja hábito a escolha do novo PGR através de uma lista tríplice (definida pela Associação Nacional dos Procuradores da República (ANPR), o presidente Jair Bolsonaro já sinalizou que pretende quebrar essa tradição.

A lei estabelece que o indicado ao cargo tenha mais de 35 anos e faça parte da carreira de procuradores.

Dallagnol preenche ambos os requisitos.

Se Bolsonaro não ouvir o clamor do povo, que pede por Deltan na PGR, estará enfraquecendo não só a Lava Jato, mas também  seu mandato.


 

Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.