Médico é preso por infectar 90 pacientes com vírus HIV

Guilherme Santiago | 12/05/2019 | 11:35 AM | INTERNACIONAL
Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.

Segundo a AFP (Agence France-Presse), pelo menos 90 pessoas, incluindo 65 crianças, foram contaminadas com o vírus da imunodeficiência humana ( HIV ) em Larkana , no sul do Paquistão, depois que um médico usou uma seringa contaminada em vários pacientes.

“Autoridades de saúde confirmaram que o médico injetou medicação em várias pessoas com uma única seringa. Ele está preso e responderá pelos crimes cometidos”, disse Kamran Nawaz, chefe de polícia de Larkana, cidade onde a contaminação foi detectada.

Ainda de acordo com um documento da polícia local, o médico [que é portador do HIV] usava uma clínica pública para propagar o vírus.

Uma semana antes, as autoridades entraram em alerta depois que 18 crianças obtiveram resultados positivos para o HIV, levando as autoridades de saúde a conduzir uma investigação mais abrangente.

A nova análise, realizada numa parcela maior da população que visitou a mesma clínica nos últimos anos, detectou que mais de 90 pessoas [incluindo 65 crianças] foram diagnosticadas como ‘soropositivas’.

Os pais das crianças infectadas [que seria a forma provável da transmissão do vírus] também tiveram amostras de sangue analisadas, mas todos os resultados foram negativos”, disse o Dr. Azra Pechuho, Ministro da Saúde da de Larkana.

Após o ocorrido, o setor de Saúde do Paquistão lançou múltiplas campanhas de análise e prevenção em maior escala, a fim de corroborar que não há mais infectados e informar a população sobre os possíveis riscos.

Segundo a AFP, o Paquistão é considerado um país com baixa predominância de HIV , embora a doença esteja em ascensão.


 

Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.