Marcos Valério fecha acordo com PF e delação envolve assassinato de ex-prefeito do PT

Após diversas tentativas frustradas de acordo com o MPF, o publicitário Marcos Valério finalmente conseguiu seu acordo de delação premiada

O acordo foi fechado diretamente com a Polícia Federal e as provas já estão sendo coletadas pelos investigadores para que sejam enviadas ao STF.

Em sua delação, Valério cita vários políticos (famosos) envolvidos no mensalão mineiro […] muitos desses políticos estão exercendo mandatos e são protegidos pelo foro privilegiado, daí a necessidade de autorização por parte da Suprema Corte.

Os documentos já estão em posse da ministra Cármen Lúcia, presidente do STF.

Valério prometeu também delatar desvios ocorridos no Banco Rural e o envolvimento da alta cúpula do PT,PMDB e PSDB.

A Revista Veja informou que o ex-presidente Lula foi citado e o publicitário relatou detalhes sobre o assassinato do ex-prefeito petista Celso Daniel, morto em janeiro de 2002.


 

publicidade


error: Conteúdo protegido !!