Marcos Valério fará delação premiada e PT pode ser varrido do mapa político do Brasil

Publicitário foi condenado a 37 anos de prisão no escândalo do mensalão

O objetivo é desvendar os laços entre o escândalo da Petrobras e o mensalão.

Procuradores da Lava-Jato não descartam a possibilidade de Valério vir a negociar um acordo de delação premiada.

Em 2012, Valério citou pela primeira vez o empréstimo feito pelo Banco Schahin a José Carlos Bumlai, destinado ao PT.

Ele contou à Procuradoria Geral da República que Silvio Pereira, então secretário geral do PT, lhe pediu ajuda, pois dirigentes do PT estariam sendo chantageados por Ronan Maria Pinto.

Ronan nega as acusações de Marcos Valério.

O assassinato do petista e ex-prefeito de Santo André, Celso Daniel, poderá ser finalmente desvendado.



publicidade

  • error: Conteúdo protegido !!