Marco Aurélio: “Inquérito de Toffoli é natimorto”

Amanda Nunes Brückner | 24/04/2019 | 10:18 PM | BRASIL
Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.

Marco Aurélio Mello, ministro do STF, declarou hoje (24) que o inquérito (de Toffoli) instaurado para apurar supostas ameaças e ofensas a membros da Corte é “natimorto” e deverá ser analisado pelos outros ministros que fazem parte do tribunal.

A PGR criticou o fato de o inquérito não elencar o alvo das investigações e ter sido aberto de ofício (sem provocação) por iniciativa do próprio presidente da Corte, ministro Dias Toffoli.

O ministro Alexandre de Moraes, a mando de Toffoli, censurou reportagens publicadas nos sites Crusoé e Antagonista, além de usar a Polícia Federal para cumprir mandados de busca na casa de internautas.

Pode acontecer novamente?

Marco Aurélio disse que nesses tempos estranhos, tudo é possível:

“Isso só gera insegurança jurídica. Eu, por exemplo, me pronunciei e declarei que a decisão de instaurar um inquérito deveria ter sido tomada pelo colegiado, e não foi. Foi portaria do presidente, ele apenas nos comunicou”, disse Marco Aurélio a jornalistas.


 

compartilhe esse post:
Follow by Email
Facebook
Google+
Twitter
Instagram
Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.