• busca por palavra (s)
  • Mais um general se pronuncia: “A esquerda derreteu o país e está em pânico. Cuidado!”

    Mais um militar de alta patente vem a público se pronunciar. Desta vez, o caldo engrossou para os corruptos!

    Na última sexta-feira, o general Mourão declarou o seguinte sobre a crise política e moral que assola o país:

    “Ou as instituições resolvem o problema e retiram da vida pública todos os ilícitos ou então teremos que impor isso”

    O ‘mimimi’ foi imediato […] até o ministro da Defesa, Raul Jungmann, cogitou chamar o general em seu gabinete para apresentar uma possível punição pela frase acima.

    Se tem uma coisa que faz político malandro ‘borrar as calças’, essa coisa se chama EXÉRCITO.

    Na manhã de hoje, mais um general decidiu se pronunciar e demonstrou ‘apoio incondicional ao colega de farda”.

    Augusto Heleno Ribeiro, ex-comandante militar da Amazônia, declarou que Mourão apenas “disse, sem floreios e de modo objetivo, aquilo que prevê a Constituição do Brasil”:

    Heleno também destacou que o general Antonio Hamilton Martins Mourão tem uma carreira intocável, com 45 anos de serviços prestados à Pátria.


    O RECADO DO GENERAL AUGUSTO HELENO

    “Meu apoio irrestrito ao meu amigo de longa data e respeitado chefe militar, Gen Ex Antônio Hamilton Mourão. Em resposta a uma pergunta, colocada diante de uma plateia restrita, ele limitou-se a repetir, sem floreios, de modo claro e com sua habitual franqueza e coragem, o que está previsto no texto constitucional. A esquerda, em estado de pânico depois de seus continuados fracassos, viu nisso uma ameaça de intervenção militar. Ridículo. E mais, isso sim preocupante, o descaramento de alguns políticos, indiciados por corrupção e desvio de recursos públicos, integrantes da quadrilha que derreteu o país, cobrando providências contra um cidadão de reputação intocável, com 45 anos de serviços dedicados à Pátria. Aconselho que, pelo menos, se olhem no espelho da consciência e da vergonha. Brasil Acima de Tudo!”


    leia também:

    General repreende senador: “Cuidado com a língua. A situação é grave e a intervenção pode ocorrer”


    O caldo engrossou: “Se houver alguma punição contra o general Mourão, faremos uma intervenção antecipada”


    General das Forças Armadas dá esperança aos brasileiros: “Se tiver que haver intervenção, haverá”


    publicidade


    error: Conteúdo protegido !!