Lula, Stalin e a patologia da crença: “Causamos dor e, mesmo assim, os estúpidos nos seguem”

Patrícia Moraes Carvalho | 23/06/2019 | 7:00 PM | DESTAQUES DB
Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.


O texto foi abaixo narrado no livro Can Man Live Without God (pode o homem viver sem Deus?), escrito por Ravi Zacharias.

Esta é uma obra de ficção, qualquer semelhança com nomes, pessoas, factos ou situações da vida real terá sido mera coincidência. Será ?


A patologia da crença

Em uma de suas reuniões, Josef Stalin pediu que lhe trouxessem uma galinha.

Agarrou-a forte com uma das mãos enquanto a depenava com a outra.

A galinha, desesperada pela dor, quis fugir mas não pôde.

Assim, Stalin tirou todas suas penas e disse a seus colaboradores:

“Agora, observem o que vai acontecer”

Stalin soltou a galinha no chão e afastou-se um pouco dela.

Pegou um punhado de grãos de trigo, começou a caminhar pela sala e a atirar os grãos de trigo ao chão, enquanto seus colaboradores viam, assombrados,

Como a galinha, assustada, dolorida e sangrando, corria atrás de Stalin e tentava agarrar algumas migalhas, dando voltas pela sala.

A galinha o seguia fielmente por todos os lados.

Então, Stalin olhou para seus ajudantes, que estavam totalmente surpreendidos, e lhes disse:

“Assim, facilmente, se governa os estúpidos. Viram como a galinha me seguiu, apesar da dor que lhe causei?”

“Tirei-lhe tudo…, as penas e a dignidade, mas, ainda assim ela me segue em busca de farelos.”

“Assim é a maioria das pessoas, seguem seus governantes e políticos apesar da dor que estes lhes causam e, mesmo lhe tirando a saúde, a educação e a dignidade, pelo simples gesto de receber um benefício barato ou algo para se alimentar por um ou dois dias, o povo segue aquele que lhe dá as migalhas do dia.”


Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.