Lula poderá ser preso na próxima segunda-feira

A sessão em que os desembargadores do TRF-4 devem rejeitar os embargos apresentados pela defesa de Lula foi antecipada para a manhã do dia 26 de março.

Com isso, Lula poderá ser preso no mesmo dia.

As informações foram publicadas pela coluna Painel:

Presidente da turma que julgará o recurso, Leandro Paulsen remarcou para 26 de março a sessão que estava prevista para o dia 28, antevéspera do feriado. Victor Laus, atualmente em férias, deverá estar de volta ao tribunal no dia 26.

A presidente do STF, ministra Cármen Lúcia, já avisou que não julgará a “execução da pena após a segunda instância na pauta de abril”.

Edson Fachin e Ricardo Lewandowski, ambos ministros do STF, têm pedidos de habeas corpus que questionam a prisão de um condenado em 2ª instância antes de o caso transitar em julgado.

Qualquer um dos dois magistrados poderia poderia levar o assunto à mesa — o que obrigaria a ministra Cármen Lúcia a pautá-lo – porém ambos já anteciparam que “não há urgência para tratar desses casos”.

O advogado de Lula, Sepúlveda Pertence, irá apresentar outro pedido de HC após a prisão do petista.


 

compartilhe esse post:
RSS
Follow by Email
Facebook
Google+
Twitter
whatsapp
publicidade