“Lula pediu para destruir provas e eu guardei tudo” diz empreiteiro


Um homem prevenido vale por dois …

O empreiteiro Léo Pinheiro, executivo da OAS e amigo de Lula de longa data, contou para o juiz Sergio Moro que teve uma conversa privada com o ex-presidente, no ano de 2010.

A Lava-Jato já havia iniciado suas operações e o petista o questionou se haviam registros ou documentos que pudessem levar as investigações até o Triplex do Guarujá.

Léo informou em seu depoimento que recebeu uma ordem de Lula: “Se tiver algo, destrua”.

Pois bem […] como diz o ditado: Um homem prevenido vale por dois!

Pinheiro também disse para o juiz Moro que pode provar tudo o que delatou […] ou seja, o empreiteiro foi precavido, não destruiu nenhuma prova e trancou tudo a sete chaves.

Se esses documentos aparecerem e a versão do executivo for comprovada, Lula poderá se complicar ainda mais.


 

compartilhe esse post:
RSS
Follow by Email
Facebook
Google+
Twitter
WHATSAPP
publicidade


  • error: Conteúdo protegido !!