Lula não colocava bens em seu nome para manter o ‘discurso de pobre’

Amanda Nunes Brückner | 18/01/2019 | 9:05 PM | BRASIL
Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.

Segundo Palocci, Lula não colocava propriedades no seu nome para ter ‘discurso de pobre’

Antonio Palocci declarou em sua delação premiada que “o financiamento ilícito e contribuições empresariais não causavam o menor constrangimento” a Lula.

Segundo o ex-ministro, a “única preocupação (de Lula) era preservar sua própria imagem, afastando-se dos momentos de ilicitudes e sistematicamente construindo versões que o isentavam de qualquer malfeito”.

Palocci também narra uma passagem em que ele questionou o seguinte para Lula: “por que o ex-presidente não pegava o dinheiro que recebia com suas “palestras” e pagava o triplex” (que o petista acabou ganhando da OAS como propina).


“Respondeu ele (Lula): um apartamento na praia não cabe em minha biografia

“Lula, inclusive, sabia que ao manter distância das operações financeiras ilícitas, teria que suportar eventuais desvios, aproveitamentos pessoais e até enriquecimento de colaboradores próximos e pessoas de sua confiança que atuavam na área de arrecadação ilegal; que Lula sabia que esse era o preço necessário e razoável a se pagar; que, para Lula, ao manter distância e fechar os olhos para ilicitudes, tapava também os olhos da Justiça para seus próprios bens.


 

Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.