Haddad quer controlar o STF

Em entrevista ao portal Conjur, o bode expiatório de Lula disse que vai fixar mandatos de ministros de cortes superiores.

Certamente Haddad recebeu ordens de dentro da cadeia.

O poste declarou que o Judiciário brasileiro não é transparente (só porque condenaram e prenderam o Lula???) e não há controle suficiente sobre o órgão:

“O ativismo judicial de alguns magistrados prejudica a atividade jurisdicional” declarou o candidato.

Ativismo judicial? O PT nomeou 7 dos 11 ministros que compõem a atual Suprema Corte

Lula nomeou Cármen Lúcia, Dias Toffoli e Ricardo Lewandowski e Dilma Rousseff nomeou Luiz Fux, Rosa Weber, Luís Barroso e Edson Fachin como ministros do STF.

Fernando Haddad explicou que vai instituir mandatos fixos para ministros do STF e de outras cortes.

Para finalizar, Haddad veio com aquele ‘papinho de cotas e disse que buscará aumentar “significativamente” a presença de mulheres e negros no Judiciário.

O que isso tem a ver com a justiça?

Não se trata de colocar negros, índios, judeus, mulheres, flamenguistas, evangélicos, espíritas, quilombolas ou qualquer classe específica de pessoas nas cortes superiores […] cargos de tamanha relevância devem ser preenchidos por profissionais competentes … é o currículo que manda e não a ‘classe’ do cidadão.

O PT quer controlar todo o judiciário, assim como acontece na Venezuela!


 

 

compartilhe esse post:
RSS
Follow by Email
Facebook
Google+
Twitter
WHATSAPP
publicidade