Lista de senadores que poderão cair no colo de Sérgio Moro caso não se reelejam

23 senadores que são alvos da Lava Jato (ou de desdobramentos da Operação) perderão o foro privilegiado se não foram reeleitos esse ano

Sem esse ‘atributo especial’, os nobres parlamentares passariam a responder judicialmente na primeira instância […] que tem sido o terror dos políticos corruptos.

Vários desses 23 senadores são alvos da Lava Jato e podem ser julgados pelo juiz Sérgio Moro, em Curitiba.

Quem são eles?

Eunício Oliveira (MDB-CE); Romero Jucá (MDB/RR); Lindbergh Farias (PT/RJ); Humberto Costa (PT-PE); Renan Calheiros (MDB-AL), Garibaldi Alves Filho (PMDB-RN), Jader Barbalho (PMDB-PA) e Edison Lobão (PMDB-MA): Os oito são alvos da Lava Jato.

Dois senadores que comandam partidos são réus no STF: Gleisi Hoffmann (PT-PR), em ação penal da Lava Jato e José Agripino Maia (DEM-RN), em desdobramento da operação.

Benedito de Lira (PP-AL) e Ciro Nogueira (PP-PI) também são citados e investigados na Lava Jato.

Cássio Cunha Lima (PSDB-PB) é alvo de inquérito em desdobramento da Lava Jato.

Aécio Neves (PSDB-MG) também é investigado no STF.

Aloysio Nunes (atualmente no Ministério das Relações Exteriores) é alvo de inquérito em operação derivada da Lava Jato.

Lídice da Mata (PSB-BA) Vanessa Grazziotin (PC do B) também são investigadas em operações de desdobramento da Lava Jato.

Valdir Raupp (PMDB-RO) é réu no Supremo após investigações da operação.

Ricardo Ferraço (PSDB-ES); Dalirio Beber (PSDB-SC); Eduardo Braga (PMDB-AM); Jorge Viana (PT-AC); e Ivo Cassol (PP-RO) também são alvos da Lava Jato ou de investigações derivadas da Operação.


 

compartilhe esse post:
RSS
Follow by Email
Facebook
Google+
Twitter
whatsapp
publicidade


  • error: Conteúdo protegido !!