Líder da oposição se declara presidente da Venezuela e ganha apoio do Brasil

12/01/2019


O oposicionista Juan Guaidó, presidente da Assembleia Nacional da Venezuela, pediu que os cidadãos, os militares e a comunidade internacional o apoie para assumir o comando da Venezuela.Guaidó declarou que pretende convocar novas eleições e o poder foi “usurpado” por Nicolás Maduro, que iniciou um novo mandato ontem (10).

Uma nova mobilização foi convocada para o próximo dia 23.

O Secretário-geral da OEA prontamente já chamou Guaidó de ‘presidente interino’ no Twitter.

“Ninguém tem dúvidas de que Maduro é um usurpador. Assim, assumindo minha responsabilidade com o povo da Venezuela, me dirijo a vós para clamar a rota para a liberdade.”

“Com base nos artigos 233, 333 e 350 da Constituição, convoco eleições livres e a união do povo, das Forças Armadas e da comunidade internacional para fazer cessar a usurpação.”

“Assumo o dever imposto pela Constituição e  art. 333, que obriga a todos os venezuelanos, investidos ou não de autoridade, a lutar pela restituição da ordem constitucional.” declarou o presidente da Assembleia Venezuelana.

Maduro rebateu (no próprio twitter) e disse que a ação do opositor é  ‘brincadeira’ e escárnio’.

Anotem aí … Maduro vai cair em breve !

Apoio brasileiro

“O Governo brasileiro saúda a manifestação do Presidente da Assembleia Nacional da Venezuela, Juan Guaidó, de estar disposto a assumir constitucionalmente a Presidência da Venezuela, diante da ilegitimidade da posse de Nicolás Maduro no dia 10 de janeiro”, declarou o Itamaraty..




compartilhe esse post:
Follow by Email
Facebook
Google+
Twitter
Instagram