• busca por palavra (s)
  • Não é calúnia, é fato! Juíza absolve apresentador que chamou Lula de chefe de quadrilha


    O apresentador e historiador Marco Antônio Villa foi absolvido das acusações de calúnia pelo ex-presidente Lula

    Na decisão, a juíza Eliana Cassales Tosi, da 30ª Vara Criminal de São Paulo, argumetou:

    ” … mesmo tendo algum “conteúdo ofensivo”, não extrapola a opinião e a crítica à atuação política de Lula como administrador público […] pessoas públicas estão sujeitas a críticas e opiniões do público, inevitáveis em um regime democrático”.

    O ex-presidente queria processar Villa por um comentário feito no Jornal da Cultura, quando o historiador citou Lula “chefe de quadrilha” e mentor de esquemas de propina.

    Para encerrar o despacho, a magistrada ainda disse:

    “…as expressões utilizadas pelo querelado, ainda que veementes e mordazes, não são aptas à tipificação de crimes de injúria”

    O procurador Geral da República, Rodrigo Janot, já havia declarado no último ano que:

    “Lula é o chefe da organização criminosa que tomou de assalto os cofres públicos”


    publicidade



    error: Conteúdo protegido !!