Jornalista que fez denúncia contra Bolsonaro assume que é petista | Diário do Brasil

Jornalista que fez denúncia contra Bolsonaro assume que é petista


Em primeiro lugar, gostaríamos de ressaltar que a jornalista está sofrendo retaliações e ameaças pela internet e nós não compactuamos e jamais compactuaremos com esse tipo de atitude grotesca […] seja de um eleitor de esquerda ou de direita.

Ameaçar alguém de morte pelas redes sociais é covardia e crime […] essa ‘senhora’ é nada mais, nada menos do que uma peça da engrenagem do mecanismo e  (obviamente) está sendo usada pelo PT.

Pensem nisso, caros leitores.

Patrícia Campos Mello,  jornalista autora da matéria (fake news da Folha) “Empresários bancam campanha contra o PT pelo WhatsApp”publicada nesta quinta-feira (18) com denúncias – sem quaisquer fontes – contra a campanha de Jair Bolsonaro (PSL) à presidência e Romeu Zema (NOVO) ao governo de Minas Gerais, é “esquerdista de carteirinha” e “sempre votou no PT”.

Ela própria confirmou suas ideologias durante uma entrevista realizada em 2013 e obtida pelo site Caneta.org.

Patrícia é filha do jornalista e fotógrafo Hélio Campos Mello, fundador da revista Brasileiros e co-fundador da revista IstoÉ,  junto com Mino Carta, criador da revista de extrema-esquerda Carta Capital.



compartilhe esse post:
RSS
Follow by Email
Facebook
Google+
Twitter
WHATSAPP