Janot vai cancelar acordo de imunidade e pedir a prisão de Joesley Batista

Após a divulgação dos áudios de Joesley Batista, na última segunda, a PGR decidiu que a ‘mamata’ do empresário chegou ao fim.

Rodrigo Janot, procurador-geral da República, vai revogar a imunidade de Joesley e de outros executivos do grupo.

O milionário, que havia obtido perdão judicial após assinar acordo de delação com a PGR, está com os dias de liberdade contados.

Janot pedirá que Joesley e os executivos passem a ser alvos de medidas cautelares e também de um pedido de prisão preventiva.


 

publicidade


error: Conteúdo protegido !!