Janot desmascarado: “Jamais poderia ter matado Gilmar Mendes”

Amanda Nunes Brückner | 04/10/2019 | 1:05 PM | MÍDIA
Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.

O portal jurídico JOTA desmascarou o ex-PGR Rodrigo Janot

Milton Pires, jornalista do site, descobriu que, na data (11/05/2017) em que Janot disse que foi armado ao STF para matar Gilmar Mendes, ele (Janot) não estava em Brasília.

A entrevista de Janot para a revista ‘esquerdista’ Veja pode ter sido apenas uma ação de marketing para alavancar as vendas do livro Nada Menos Que Tudo, lançado há 5 dias.

No dia de 11 de maio de 2017, Janot não estava em Brasília para eliminar Gilmar Mendes e sim em Belo Horizonte, onde realizou uma palestra em evento da UFMG – Universidade Federal de Minas Gerais.

Segundo informações da FAB (Força Aérea Brasileira), o ex-PGR embarcou para BH no dia 10 de maio de 2017 e só retornou Brasília no dia 15 de maio.

O site JOTA desmascarou a farsa:

“Janot não matou Gilmar Mendes, nem foi armado ao tribunal quando disse ter ido. Mas, uma parte da sua versão, figurativamente, condiz com a realidade: Janot cometeu um suicídio profissional e prejudicou, com sua história, a Lava Jato, o Ministério Público e seus ex-assessores”.

Pelo jeito, a intenção do ex-PGR não era matar o ministro do STF e sim a Lava Jato.


(Leia aqui a reportagem completa no portal Jota)

Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.