Infectologista explica efeitos da ivermectina contra Covid: “Funciona muito bem no início da doença”

Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.

Ivermectina elimina 97% dos vírus dentro de células em 48h”, diz infectologista potiguar Fernando Suassuna

(via Blog do Flávio Marinho)

Um dos entusiastas do uso da Ivermectina para a prevenção ao coronavírus, é o infectologista e imunologista potiguar Fernando Suassuna. De acordo com o médico, que vem estudando a ivermectina há alguns meses, em laboratório, a medicação, em 48h, “consegue eliminar 97% dos vírus dentro das células e 94% no sobrenadante das células.

Seria uma ação efetiva e rápida”, comentou, citando estudos internacionais.

A segunda evidência, segundo Fernando Suassuna, é um estudo feito nos Estados Unidos com 1.400 pacientes, em que 700 tomaram Ivermectina e outros 700 não tomaram.

“A mortalidade de quem tomou foi 1,85%. Quem não tomou foi 8,5%”, apontou.

Suassuna disse que, numa instituição de longa permanência de idosos, na zona Norte de Natal, o medicamento foi utilizado, para escabiose, em fevereiro, em 27 idosos.

No dia 18 de maio, alguns dos idosos começaram a apresentar sintomas da Covid.

Na semana passada, doses de reforço da ivermectina foram aplicadas de um a três dias, a depender do usuário.

Dos 27 idosos, cinco deles, entre 70 e 82 anos, registraram positivo para Covid. Enquanto uns ficaram assintomáticos e outros apresentaram sintomas leves. Nenhum foi hospitalizado.


Fonte: link


 

compartilhe esse post:
Follow by Email
Facebook
Google+
Twitter
Instagram
Whatsapp
Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.