Impeachment de Toffoli: “Cometeu 59 crimes de responsabilidade no cargo”

Amanda Nunes Brückner | 26/11/2019 | 10:36 AM | BRASIL
Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.

“Dias Toffoli afrontou a dignidade da Justiça. Os efeitos da sua decisão não têm precedentes, somente vista em ditadores violentos e inescrupulosos” diz o pedido do jurista

Segundo a Joven Pan, o jurista Modesto Carvalhosa protocolou, no último dia 24, mais um pedido de impeachment contra o ministro Dias Toffoli.

Carvalhosa argumenta que Toffoli teria cometido 59 crimes de responsabilidade no cargo, envolvendo suspeição em julgamentos ou quebra de decoro.

O presidente do STF, segundo o documento, cometeu 23 crimes por ser suspeito em causas, 1 crime por negligência no cumprimento dos deveres do cargo e 35 crimes “por proceder de modo incompatível com a honra, dignidade e decorro nas funções de ministro do STF”.

Ainda de acordo com a denúncia, Toffoli também seria a figura central de um esquema de corrupção envolvendo o ex-presidente Lula, lideranças do PT e o ministro Gilmar Mendes.

A ideia da organização criminosa era construir uma rede de iguais, que tenham relacionamentos pessoais, profissionais, partidários e empresariais”. apontou Carvalhosa.

Toffoli e os envolvidos trabalhariam na estrutura para cometer crimes de corrupção, acobertar atos ilícitos e promover “ideologias falsas sob o pretexto de legítimas, até que a hipnose ou a lavagem cerebral ocorra”.

 

 

Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.