Homem que matou capoeirista desmascara a mídia: "Não houve motivação política" | Diário do Brasil

Homem que matou capoeirista desmascara a mídia: “Não houve motivação política”

A grande mídia brasileira, que descaradamente vem defendendo o PT, criou mais uma ‘estória’ sobre o caso de um homem que cometeu um homicídio na Bahia.

Segundo informações da imprensa marrom (a mesma que foi sustentada pelos governos petistas desde 2003), Paulo Sergio Ferreira de Santana teria assassinado o mestre de capoeira Romualdo Rosário da Costa, 63, após uma discussão sobre política.

Quase todos os jornais de grande circulação no país noticiaram que o Paulo Sérgio (o homicida) seria apoiador do candidato Jair Bolsonaro.

Pois bem … e não é que o próprio criminoso negou a versão que a mídia ‘vendeu’ para o país.

Paulo declarou que não ocorreu motivação política para o crime […] de acordo com o depoimento dele, a baderna teria começado quando ele e o dono do bar conversavam […] o mestre de capoeira (repetimos … de acordo com o depoimento) teria interrompido a conversa e chamado Paulo de “viadinho negro”.

A polícia civil ainda está investigando o caso.

Que ele pegue os seus 30 anos de cadeia pelo crime imperdoável, mas a verdade tem que ser dita.



Através do twitter, Jair Bolsonaro se manifestou


 

compartilhe esse post:
Follow by Email
Facebook
Google+
Twitter
Instagram