Greenwald não resiste a um assopro do COAF

Patrícia Moraes Carvalho | 12/07/2019 | 9:53 AM | DESTAQUES DB
Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.

Um grupo de advogados e políticos de esquerda ‘provocou’ o Ministério Público de Contas (MP/TCU) para que o órgão entre com um pedido – junto ao COAF – impedindo que o gringo extremista Glenn Greenwald seja ‘blindado’ e não sofra investigações no âmbito financeiro.

A obrigação do Conselho de Controle de Atividades Financeiras (COAF) é investigar movimentações financeiras atípicas … seja lá de quem for … do presidente Bolsonaro até esta humilde (e pobre) blogueira que vos escreve.

Quem não deve não teme, ora bolas!

Vale ressaltar que o grupo que tenta blindar Greenwald é o mesmo que quer calar o Ministro Sérgio Moro e o procurador Deltan Dallagnol com base nas conversas (obtidas de maneira ilegal) divulgadas pelo site IntercePT.

Ailton Benedito, procurador da República, fez uma rápida explanação sobre o fato:

“Se o COAF realiza controle de movimentações financeiras de qualquer pessoa, inclusive militante político-partidário camuflado de jornalista, atendendo a uma solicitação da Polícia Federal ou do Ministério Público Federal, não cabe interferência ao MPC nem TCU; só ao Judiciário.”

Greenwald não resiste a um ‘PUM’ do COAF.


 

Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.